Treino para aula – Anos 80 e 90

Boa tarde galera,tudo bem? Outro dia aqui no blog a Paola postou direto de Barcelona uma aula do curso dela sobre anos 60, 70 80 e 90! Hoje eu vim mostrar para vocês o meu treino e alguns exemplos de make dos anos 80 e 90 que tive que fazer e levar para ser corrigido em aula!

O que aprendi em aula sobre os anos 80 foi uma maquiagem com muita cor, criatividade, muita ousadia. Era a era do exagero!

Veja um exemplo dos anos 80: 

Agora vejam minha make anos 80:

Algumas correções dos professores foram: Eu podia ter colocado mais cores, mais vivas e intensas; o blush ultrapassou um pouco o limite, isto é,  exagerei deveria ter parado um pouco antes do final do olho e eles tiveram a impressão de que o formato dos olhos não estava exatamente idêntico.

Já nos anos 90, cansada do excesso dos anos 80, a beleza acerta seu ponteiro com o minimalismo, maquiagem “quase” invisível. Com o contorno da boca mais marcado que o batom e uma maquiagem “nua”.

Vejam alguns exemplos:

Jennifer Aniston make anos 90 e 2000.


Minha make anos 90:

Correção dos professores em suas palavras:

“Oi Joana

achei bem legal, só que as texturas das sombras eram mais foscas, não tão cintilantes como as que estão na sua maquiagem e o batom precisa ser menos gloss e mais cremoso, meio cor de boca marrom-acinzentado,ok?”
Dá para ver que eles são extremamente exigentes e entendem do assunto né? Do jeito que eu gosto!

Gostaram?

Beijos e até a próxima!

Anos 60, 70, 80 e 90

Olá meninas!!

Como promessa é dívida estou aqui para falar um pouco dos anos 60, 70, 80 e 90. Vale lembrar que eu não farei uma análise profunda e sim um repasso, até porque as profressores apenas citaram os principais pontos que marcaram cada década.

Durantes os anos 60, podemos observar um côncavo bastante marcado, assim como o traçado do delineador. Os olhos, como vocês poderão ver nas fotos são maiores, mais amplos, indo além das regras de visagismo, que tendem a manter um equilíbrio do rosto e de suas partes. Temos uma mulher com imagem de boneca, com muito rímel tanto nos cílios superiores como inferiores, além de claro o uso dos cílios postiços. O blush volta a ter uma tonalidade mais rosada, assim como os lábios e o que observamos é o uso de muita cor. Em relação aos tons de pele, eles vão variar de acordo com a região, pois na Europa, por exemplo, se utilizam tons mais tostados enquanto na América as peles são mais brancas.

Já nos anos 70 existem várias correntes diferentes. Mas o que mais marca a década é o brilho. A pele é muito mais iluminada, mais brilhante, os olhos também e o delineador já não é mais tendência, já que acaba cedendo seu espaço ao lápis preto, que permite um traçado mais grosso. Os lábios, como vemos na foto, são delineados e praticamente deixados sem preencher, apenas se reforça o brilho utilizando um gloss de cor neutra.

Como sempre as demonstrações são metade do rosto, fica meio esquisito, mas se tampamos cada metade, é possível ter uma boa noção de como ficaria cada maquiagem.

Os anos 80 por sua vez tem ainda maior influência da moda e da música no que diz respeito a maquiagem. O brilho praticamente desaparece, tudo volta a ser matte e a pele tende a um tom mais branco. As cores são mais pesadas, muitos tons de marrons e pretos ao redor dos olhos, marcados através de lápis, já que o delineador continua não sendo tendência. Percebemos uma sobrancelha que segue um traçado mais natural, o rosto é bastante modelado e os olhos não possuem uma estrutura específica marcada como nos anos 60 em que se marcava o côncavo, porém se estrutura a região do “tabique”, que fica exatamente entre o lagrimal e a sobrancelha, beirando as laterais do nosso nariz. Nos lábios vemos a utilização de cores escuras, como vinhos, bordeaux, porém sempre matte e o coração leva um traçado um pouco mais bicudo.

Os anos 90 possuem diversas tendências, mas uma delas, que é bastante explorada é a ideia de transmitir através do rosto da mulher um aspecto angelical, na qual a boca é bastante transparente, translúcida, tendo esse efeito criado a partir do uso do gloss. O brilho volta, porém de maneira mais suave do que durante os anos 70, as peles, como está bastante visível na foto, são mais naturais, não tão carregadas de produtos e a sobrancelha é trabalhada, porém respeitando o formato que já possui.

Agora as duas metades juntas. Mega estranho, eu sei, porém volto a reforçar, para visualizar bem temos que tentar enxergá-las como duas parte e não como um todo, hehe.

Acredito que por ser um curso tão intensivo e de duração curta, as professoras tiveram que enxugar bastante as informações, mas espero que tenha sido possível ter uma ideia de qual foi a tendência em cada uma dessas décadas.

Até a próxima!
Beijos.